Caminhante Noturno
No ch?o de asfalto

Ecos, um sapato

Pisa o sil?ncio caminhante noturno

F?ria de ter nas suas m?os dedos finos de algu?m



A apertar, a beijar

Vai caminhante

Antes do dia nascer

Vai caminhante

Antes da noite morrer

Vai

Luzes c?mera

Can??o que horas s?o

Sombra na esquina

Algu?m, Maria



Sente a pulsar um amor musculoso

Vai encontrar esta noite o amor

Sem pagar, sem falar, a sonhar



Vai caminhante...



No ch?o, v? folhas

Secas de jornal

Sombra na esquina

Algu?m, Maria



Pisa o sil?ncio caminhante noturno

Foge do amor

Que a noite lhe deu sem cobrar

Sem falar, sem sonhar



Vai caminhante